segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Êxodo 11 - 12 - A Décima Praga e a Páscoa


A História do Velho Testamento (22) 
A Décima Praga e a Páscoa (Êxodo 11 - 12) 



_Período: 

  • O Êxodo



_Eventos Principais: 

  • As preparações para a primeira #páscoa 
  • A décima praga: A morte dos primogênitos do Egito



_Pessoas Importantes:

  • Moisés 
  • Arão 
  • Faraó 



_Conceitos Principais: 
  • Deus cumpriu a promessa de Êxodo 4:22-23 
  • O salário do pecado é a morte 
  • Deus salva aqueles que o obedecem 


_A História: 

  • Deus anunciou a décima praga: A morte dos primogênitos (de homens e de animais) 
  • Ele prometeu proteger os israelitas e seus animais desta praga 
  • Deus deu instruções sobre a Páscoa, que seria a comemoração anual da salvação dos israelitas 
  • Os israelitas obedeceram e prepararam a Páscoa. 
  • Observe três pontos importantes: 


  1. Eles mataram um cordeiro 
  2. Colocaram o sangue dele na verga da porta e nas ombreiras: Quando Deus viu o sangue, ele não entrou para matar o primogênito na casa 
  3. Durante a semana da festa, eles não usaram fermento 


  • Deus matou os primogênitos do Egito, mas poupou os israelitas 



por Dennis Allan|estudosdabiblia


domingo, 15 de outubro de 2017

Êxodo 7 - 10 - As Primeiras Nove Pragas

A História do Velho Testamento (21)
As Primeiras Nove Pragas (Êxodo 7 - 10)


Período:
  • O Êxodo 


Eventos Principais:

  • As pragas (aqui estão incluídas as primeiras nove) 


Pessoas Importantes:

  • Moisés 
  • Arão 
  • Faraó 


Conceitos Principais:

  • Deus humilhou o arrogante rei, o homem mais poderoso do mundo, através de uma série de pragas 
  • Não existe homem que tenha o direito de desafiar a autoridade de Deus. 
  • Faraó aprendeu uma dura lição 


A História:
 
 As primeiras 9 pragas:


A Primeira Praga: 
  • As Águas Tornaram-se Sangue (7:14-25)
  • Deus, através de Moisés, transformou as águas dos rios, lagos e canais do Egito em sangue 
  • Os magos do Egito imitaram o sinal 
  • O Faraó não se arrependeu



A Segunda Praga:
  • Rãs Subiram do Rio em Abundância (8:1-15) 
  • Arão estendeu a vara e rãs subiram do rio e cobriram a terra 
  • Os magos imitaram este sinal, também 
  • O Faraó concordou deixar o povo sair para sacrificar, mas mudou a decisão quando a praga acabou 



A Terceira Praga:
  • Piolhos Encheram a Terra (8:16-19) 
  • Arão estendeu a vara e piolhos atormentaram os homens e o gado da terra 
  • Os magos do Egito não puderam imitar este sinal 
  • Eles reconheceram que este milagre foi "o dedo de Deus" 



A Quarta Praga:

  • Moscas Afligiram os Egípcios (8:20-32) P
  • Como demonstração de que não foi só o dedo de algum deus desconhecido, Deus começou a partir da quarta praga a separar os israelitas dos egípcios. 
  • As moscas encheram a terra dos egípcios, mas não houve enxame de moscas na terra de Gósen, onde habitou o povo de Israel 
  • O Faraó deu permissão para a saída dos israelitas, mas se arrependeu dessa decisão quando a praga acabou 


A Quinta Praga:

  • Os Animais dos Egípcios Morreram (9:1-7) 
  • Deus mandou uma pestilência que matou todo o rebanho dos egípcios. 
  • Os animais dos israelitas não morreram 
  • Mesmo assim, o Faraó recusou-se a libertar o povo de Israel 



A Sexta Praga:
  • Tumores e Úlceras Afligiram os Egípcios (9:8-12) 
  • Moisés atirou cinza de forno para o céu, e ela se transformou em tumores nos egípcios e nos animais 
  • O Faraó não deixou ir o povo 



A Sétima Praga:
  • Chuva de Pedras Feriu Tudo nos Campos dos Egípcios (9:13-35) 
  • Deus avisou os egípcios do seu plano para mandar chuva de pedras, dizendo que homens e animais que estivessem no campo morreriam 
  • Os egípcios que acreditaram na palavra do Senhor fizeram fugir os servos e o gado para as suas casas; os que ficaram no campo morreram 
  • Não houve chuva de pedras na terra de Gósen 
  • O Faraó admitiu seu pecado e confessou a superioridade de Deus, mas mudou a decisão quando a praga acabou 


A Oitava Praga:

  • Gafanhotos Cobriram a Terra dos Egípcios (10:1-20) 
  • Quando Moisés ameaçou o Faraó com a notícia da oitava praga, ele deu permissão para os homens saírem sem posses e sem famílias
  • Quando Moisés e Arão rejeitaram a sugestão, o Faraó os expulsou da sua presença 
  • Por causa da praga dos gafanhotos, Faraó reconheceu seu pecado, mas seu coração endureceu quando a praga acabou 


A Nona Praga:

  • Trevas Vieram sobre a Terra dos Egípcios (10:21-29) 
  • Deus enviou trevas sobre a terra do Egito por três dias 
  • O Faraó deu permissão para os israelitas (adultos e crianças) irem sem os animais, mas Moisés rejeitou a sugestão 

~~~~~~~~~~
autoria: 
Dennis Allan
estudosdabiblia/d158


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Êxodo 4 - 7 - Moisés Volta ao Egito: Rejeição pelo Faraó e pelos Israelitas



A História do Velho Testamento (20) 
Moisés Volta ao Egito: Rejeição pelo Faraó e pelos Israelitas (Êxodo 4 - 7) 



Período: 

  • O Êxodo 


Eventos Principais: 

  • Moisés e Arão foram ao Faraó pedindo a libertação do povo 
  • Faraó recusou 


Pessoas Importantes: 

  • Moisés 
  • Arão 
  • Faraó 


Conceitos Principais: 

  • Deus humilha os arrogantes e liberta os humildes e fiéis 
  • O homem arrogante não reconhece o domínio de Deus 


A História:
  • Moisés voltou ao Egito 
  • Ele e Arão falaram com os anciãos de Israel, e mostraram os sinais que Deus deu para confirmar a palavra. 
  • Os israelitas creram e ficaram animados 
  • Moisés e Arão falaram ao Faraó, que respondeu com palavras arrogantes: "Quem é o Senhor . . .?" (5:2). 
  • Ele recusou o pedido de Moisés e Arão 
  • O Faraó aumentou a tarefa dos israelitas, forçando-os a procurarem restolho para fazer tijolos 
  • Os israelitas, sofrendo por causa do aumento do trabalho, se queixaram contra Moisés e Arão 
  • Deus falou com Moisés e prometeu que livraria o povo, mas o povo ainda não acreditava na palavra de Moisés 
  • Moisés falou novamente ao Faraó, fazendo os sinais para mostrar o poder de Deus, mas o coração do Faraó se endureceu, e ele recusou novamente

~~~~

(sugestões)

Deixe bem claro o problema do Faraó: Arrogantemente negou o poder de Deus

Obediência é a submissão à vontade do outro

Obedecemos a Deus quando fazemos a vontade dele

Obedecemos aos nossos pais quando fazemos o que eles pedem

~~~~

por Dennis Allan
estudosdabiblia




Postagens visualizadas nos últimos 30 dias